CALABAR, O ELOGIO DA TRAIÇÃO

Teatro João Caetano | Rio de Janeiro | estreou em 08/11/1973

Ficha Técnica

Chico Buarque de Hollanda Autor
Ruy Guerra Autor
Fernando Peixoto Direção
Edu Lobo Orquestração
Dori Caymmi Direção Musical
Hélio Eichbauer Cenários
Fernando Torres Produção

Observações

  • Anunciado e pronto para estrear em 08/11/1973, o espetáculo NUNCA ESTREOU. Depois de sucessivos adiamentos, em 24/01/1974, o diretor-geral do Departamento de Polícia Federal, General Antonio Bandeira, assinou portaria proibindo a apresentação da peça em todo território nacional. O espetáculo, com mais de 40 atores e atrizes, produzido por Fernando Torres, foi orçado em 650 mil cruzeiros (O Jornal do Brasil, na época, custava 1 cruzeiro).

Fonte

  • Site da Hemeroteca Digital Brasileira - Jornal do Brasil

Última atualização

  • 13/01/2018