O MAMBEMBE

Theatro Municipal do Rio de Janeiro | Rio de Janeiro | estreou em 12/11/1959

Elenco

Paulo Matozinho Malaquias
Sérgio Britto Eduardo
Grace Moema D. Rita
Fernanda Montenegro Laudelina
Ítalo Rossi Frazão
Armando Nascimento Monteiro
Zair Nascimento Garçom
Pascoal de Andrade 1º Freguês
Waldir Maia 2º Freguês
Manoel Passos Fábio
Henrique Fernandes Brochado
Alan Lima Lopes
Paulo Pomo Um menino
Napoleão Moniz Freire Vilares
Yolanda Cardoso Margarida
Aldo de Maio Florêncio
Zilka Sallaberry Isaura
Tarcísio Zanotta Coutinho
Caváca Vieira
Ayres da Gama Velho Ator
Milton Marcos Cria do Joaquim
Benito Rodrigues Velhote
Avelino Fernandes Chefe do Trem
Marilena de Carvalho Habitante
Alfredo Bessa Habitante
Antonio Carlos - Ator Habitante
Paulo Pomo Habitante
Roberto Pomo Habitante
Allan Lima Irineu
Renato Consorte Cel. Pantaleão
Milton Carneiro Carrapatini
Paulo Rezende Banda
Zair Nascimento Banda
Ruy Pisk Banda
Waldir Maia Bonifácio
Regina Aragão D. Bartolesa
Maria Gladys Filha de D. Bartolesa
Salme Samir Filha de D. Bartolesa
Armando Nascimento Sub-Delegado
N. N. Soldados
Milton Marcos Carreiro
Labanca Cel. Chico Inácio
Yara Cortes Madama
Pérola Negra Uma Doceira
Marilena de Carvalho Uma Vendedora
Dino Silva Uma Capoeira
Alfredo Bessa Outro Capoeira
Regina Aragão 1ª Senhora
Roberto Pomo Menino
Paulo Pomo Menino
Alberto Hilton Um casal
Maria Gladys Um casal
Diná Macedo 2ª Senhora
Angela Bonatti 1ª Moça
Salme Samir 2ª Moça
Paulo Andrade O Padre
Antônio Carlos da Silva O Sacristão
Antonio Carlos - Ator Eustáquio
Avelino Fernandes Jogador
Alberto Costa Jogador
Henrique Fernandes Um Bêbado
Carmindo José dos Reis Violeiro
Lino Reis Violeiro
Alberto Mello O Anjo

Ficha Técnica

Arthur Azevedo Autor
José Pizza Autor
Cláudio Mello e Souza Prólogo
Cláudio Mello e Souza Epílogo
Antonio Lopes Prólogo
Antonio Lopes Epílogo
Assis Pacheco Música
Antonio Lopes Música
Gianni Ratto Direção
Gianni Ratto Cenários
Napoleão Moniz Freire Figurinos
Kalua Maestro Regente
Labanca Diretor Assistente
Fernando Torres Diretor Assistente
Teatro dos Sete Realização

Coletivo

  • Teatro dos Sete

Observações

  • Burleta em 2 atos e 12 quadros; Theatro Municipal - temporada do cinquentenário (1909-1959); Teatro Copacabana, 26/11/1959; Apresentação em Niterói, Teatro João Caetano, 24/08 a 08/09/1960. Prêmios: 1959 - Prefeitura do Distrito Federal: Melhor direção e cenários - Gianni Ratto; Melhor ator - Renato Consorte; Melhor atriz - Fernanda Montenegro. Círculo Independente de Críticos Teatrais (Prêmio Padre Ventura): Melhor direção e cenários - Gianni Ratto; Melhor espetáculo do ano; Melhor atriz - Fernanda Montenegro. Associação Brasileira de Críticos Teatrais: Melhor espetáculo; Melhor direção e cenários - Gianni Ratto; Melhor figurino - Napoleão Moniz Freire; Melhor atriz - Fernanda Montenegro; Melhor ator - Ítalo Rossi (informação contestada pelo ator); Revelação - Waldir Maia. Prêmio Paula Brito (outorgado pelo Jornal do Comércio): Melhor peça. Substituições Teatro Copacabana: Antonio C. da Silva (1º Freguês); Luiz Nascimento (Chefe do Trem). Substituições Teatro João Caetano: Manoel Martins (Garçom); Ivan Ribeiro (1º Freguês, 2ª Senhora); Paulo Rezende (2º Freguês); Paulo Moreno (Fábio); Ner Azulay (Lopes, Eustáquio); Alberto Mello (Um Menino); Carminha Brandão (Margarida); Francisco Cuoco (Florêncio); José Damasceno (Chefe do Trem, Habitante, Um Capoeira); Alda Campos (Habitante, Uma Vendedora); Zair Nascimento (Irineu); Fernando Torres (Carrapatini); Lícia (Filha de D. Bartolesa); Paulo Moreno (Sub-Delegado); Susy Arruda (Madama); Marilena de Carvalho (Uma Doceira); Almir Lopes (Outro Capoeira); Yeti (1ª Senhora); N. N. (O Padre); Ozéas Ribeiro (Jogador). Houve redução da ficha técnica para a apresentação em Niterói. No Teatro Municipal e João Caetano foram cortados os seguintes personagens: Os Meninos, 1ª e 2ª Senhora, Sacristão e Jogadores.

Fonte

  • BRANDÃO, Tania. A máquina de repetir e a fábrica de estrelas: Teatro dos Sete. Rio de Janeiro: 7Letras, 2002.

Última atualização

  • 07/04/2016